Segunda, 10 Maio 2010 09:20

Natal

Escrito por Padre Werenfried
Avalie este item
(0 votos)

Então é de novo Natal! Uma Noite Santa sem Maria, que foi acolhida no céu. Sem José, que morreu há quase dois mil anos. Sem os anjos cantando louvores, pois o universo está tomado por foguetes e satélites. Sem boi nem jumento, que não cabem mais no nosso tempo completamente motorizado. Sem pastores no campo, pois somente soldados em manobras e mendigos ainda pernoitam no relento. Portanto, não se trata mais de uma festa natalina tradicional! Somente a pobreza e o frio ainda estão aí... e Herodes, que quer matar a criança. Se é que haverá uma criança...

Será que até o próprio Jesus faltará neste tempo escuro e consumista? Mentirão os presépios ao mostrarem o Menino às crianças? Nascerá Cristo realmente nesta miséria?

Isto depende de nós! Nós mesmos somos as portas através das quais Cristo entrará no mundo. Devemos assumir o lugar de Maria. Devemos conceber Jesus e carregá-lo em nosso coração, de forma que ele se torne o coração de nossa vida. Então irradiarão seu amor, sua bondade, sua misericórdia para com as pessoas através de nós como um raio de luz no mundo. Então ele ajudará com as nossas mãos. Então ele consolará no nosso amor. Então irromperá de nós sua vida libertadora, agora e aqui, para a humanidade sem esperança deste tempo.

Mas se nossos olhos forem frios e duros, se nossas mãos permanecerem fechadas, se o amor não habitar em nós, então tiraremos de Cristo a possibilidade de se mostrar. Então impediremos que ao nosso redor seja Natal.

Lido 7062 vezes Última modificação em Quarta, 29 Agosto 2012 11:13
Mais nesta categoria: « Noite de Natal Depois do Natal »

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.