Segunda, 26 Setembro 2016 18:03

19 anos de ACN Brasil

Escrito por
Avalie este item
(4 votos)
Pe. Werenfried em sua visita ao Brasil para abertura do escritório da ACN no país. Pe. Werenfried em sua visita ao Brasil para abertura do escritório da ACN no país.

"Uma escola de amor", é assim que o Pe. Werenfried descrevia a Ajuda à Igreja que Sofre (ACN). Foi acreditando nas profundas lições de fé, esperança e caridade dessa escola que o sacerdote, em 1997, decidiu expandir a ACN até nossa pátria, para que os brasileiros também pudessem realizar grandes coisas junto com a Fundação.

O escritório da ACN no Brasil parecia um sonho que dificilmente se tornaria realidade. Afinal, que sentido faria manter um escritório de arrecadação de fundos em um país com tantas dificuldades econômicas? No entanto, o Padre Werenfried percebeu, em suas visitas anteriores e ouvindo os seus colaboradores, que o Brasil não era um país pobre, mas sim um país de desigualdades sociais. Percebeu que aqui, tanto a riqueza quanto a pobreza existem em graus elevados. Foi então que vislumbrou no Brasil um terreno fértil para sua Obra, que consistiria na ajuda àqueles que nada têm e na conversão daqueles que têm em demasia.

Os estatutos foram aprovados pelo primeiro conselho no dia 25 de maio de 1997, mas Pe. Werenfried fez questão de que a ACN Brasil iniciasse oficialmente suas atividades aos pés de Nossa Senhora Aparecida, com uma bela Celebração no dia 27 de setembro do mesmo ano, na grande Basílica da Padroeira do Brasil. A celebração foi transmitida ao vivo, para todo país, pela Rede Vida de Televisão.

Com os programas de televisão “A Igreja pelo Mundo” e “Onde Deus Chora”; os informativos mensais enviados aos benfeitores e a presença na internet com o site e redes sociais, a ACN foi conquistando aos poucos uma multidão de novos parceiros de missão no país. Padre Evaristo Debiasi, nosso assistente eclesiástico desde o início, acompanhou e colaborou com esse crescimento sendo inspiração e motivação para que vivêssemos cada vez mais um amor profundo a Deus e ao próximo.

Frei Hans Stapel, fundador da Fazenda da Esperança, foi convidado para ser o Presidente da Obra no Brasil, função que ocupa até hoje. Ele que, ainda em sua infância na Alemanha, conheceu o Pe. Werenfried quando colocou o seu dinheiro, reservado para um sorvete, no "chapéu dos milhões" do Padre Toucinho, tem colaborado com o crescimento da ACN no Brasil.

Ao longo de sua história, a Ajuda à Igreja que Sofre tem sido muito mais que uma entidade que arrecada fundos. Ela tem transformado os membros da Igreja Católica no Brasil – que antes apenas recebiam ajuda de outros países – em missionários, com sua doação e com sua oração. Hoje os católicos brasileiros têm conhecimento da Igreja perseguida na China, amenizam o sofrimento dos cristãos no Sudão, se alegram com a liberdade da Igreja na Rússia, rezam pelos cristãos no Mianmar, enviam terços para os cubanos, colaboram com a catequese das comunidades ribeirinhas no Amazonas, alimentam os refugiados da Síria e muito mais.

Com milhares de benfeitores, a ACN continua crescendo e tocando os corações, assim como fazia o Padre Werenfried com seu grande carisma, trabalhando com fidelidade e generosidade para continuar fomentando novos meios de realizar a mesma paixão do fundador: enxugar as lágrimas de Cristo que chora nos que mais sofrem.

Lido 1440 vezes Última modificação em Quarta, 18 Janeiro 2017 10:18

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.