Quarta, 26 Outubro 2016 13:22

O semeador da esperança

Escrito por

Na periferia da cidade de São Paulo, onde a realidade destoa do progresso e desenvolvimento comum da metrópole, está o bairro Jardim Elba. Como em muitas comunidades urbanas, os moradores enfrentam todos os dias problemas com carência de itens básicos, dificuldades com os serviços públicos e o domínio do tráfico de drogas na região.

Quinta, 13 Outubro 2016 16:03

Aos indígenas com carinho

Escrito por

Missionários sequestrados, assassinados e igreja incendiada. Não, não estamos falando do Oriente Médio agora, mas do Brasil, de uma realidade quase desconhecida: a reserva indígena Raposa Serra do Sol, no estado de Roraima.

Quinta, 13 Outubro 2016 13:27

Nepal: Para que a caridade não encontre barreiras

Escrito por

Faz quase 10 anos que as irmãs da Santa Cruz começaram o seu apostolado no Nepal. Elas ajudam, sobretudo, na educação para crianças de famílias pobres, e acolhem com hospedagem àquelas que moram nas aldeias mais distantes, possibilitando que frequentem a escola apesar da distância de casa. Muitas destas crianças enfrentam uma viagem de 3 horas até sua casa nos feriados escolares. Se elas não tivessem a oportunidade de morar com as irmãs, dificilmente conseguiriam terminar os estudos.

Terça, 11 Outubro 2016 14:42

Zâmbia: um teto para a casa de Deus

Escrito por

Dois anos atrás, os fiéis da paróquia Nossa Senhora da Consolação, em Lwawu na Zâmbia, foram surpreendidos quando uma chuva torrencial destruiu completamente o teto da igreja. Na ocasião ninguém se feriu. A comunidade, que fica próxima da fronteira com a Angola, não tinha recursos próprios para refazer o teto. Seria um grande desafio ainda sem uma solução. Essa é uma região subdesenvolvida e muito negligenciada. Todo o povo ama a Igreja e a paróquia é o coração da comunidade, mas o custo para restituir o telhado estava fora de questão.

Quando Antoinette disse ao seu namorado que ela estava grávida, ele simplesmente bateu a porta na sua cara. De repente eles já não tinham mais nenhum contato. O tio de Antoinette, em cuja casa ela estava morando, simplesmente a expulsou de lá quando soube da sua gravidez. A garota de 16 anos se encontrava completamente sozinha. Mesmo tendo todos ingredientes para um final trágico, a história acabou bem. Um vizinho lhe informou sobre um centro para mulheres grávidas e mães solteiras, administrado pela Igreja Católica em Dedougou. Ali Antoinette ficou edeu à luz a sua bebê numa atmosfera de apoio e amor.